Distribuição

Contran adia decisão sobre peso das cargas de biodiesel


BiodieselBR.com - 11 dez 2012 - 12:53
contran adia_111212
Ficou para o ano que vem o final da novela sobre as multas por excesso de peso nos caminhões que transportam biodiesel. A decisão de adiar a decisão foi tomada pelo Conselho Nacional do Trânsito (Contran) durante sua última reunião ordinária realizada em Brasília (DF) há cerca de duas semanas. A ata do encontro foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira.

Entre outros temas, a pauta do encontro incluía um debate sobre um pleito da cadeia de biodiesel para que o conselho adote margens de tolerância mais amplas para o peso máximo dos caminhões que transportam biodiesel. Como o produto tem densidade superior ao diesel de petróleo é comum que esses caminhões acabem multados por superar os limites máximos. Um levantamento feito pela Associação Brasileira de Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) aponta que aproximadamente 3% dos carregamentos de biodiesel acabam multados por esse motivo.

Durante a reunião o pleito do segmento e um plano de ação para tentar resolver de vez o problema foi apresentado por Leonardo Zilio, da Abiove, representante da que estava acompanhado pelo diretor executivo da Ubrabio, Sérgio Beltrão. Essa mesma apresentação havia sido feita em meados de novembro para uma equipe da Casa Civil.

Contrariando as expectativas do mercado, que desejavam ver o problema resolvido o quanto antes, os membros do Contran decidiram esperar os resultados de um Grupo de Trabalho de Estudo de Peso por Eixo (GTPE) coordenado pelo Ministério dos Transportes. Instituído no começo de junho passado, o GT tinha 180 dias para emitir o seu parecer a respeito da questão das tolerâncias o que significa que o relatório do grupo deverá ser publicado nas próximas semanas.

De qualquer forma, nenhuma decisão sobre o assunto poderá ser tomada até a próxima reunião ordinária do Contran que acontecerá apenas em janeiro do ano que vem.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com