Notícias

Recuo no preço do sebo bovino


Scot Consultoria - 09 abr 2020 - 09:28

Os produtores de biodiesel têm optado por utilizar menor percentual de sebo bovino na produção do biocombustível. O óleo de soja tem ganhado este espaço.

Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em fevereiro, último dado disponível, dentre as matérias-primas de biodiesel, a gordura bovina correspondeu a 11,0% do total produzido no mês. Queda de 1,6 ponto percentual na comparação com janeiro deste ano.

Apesar da menor demanda, a oferta está restrita, fator que tem limitado a queda de preço. De acordo com levantamento da Scot Consultoria, no Brasil Central, o sebo está cotado em R$3,05/kg, livre de imposto. Desvalorização de 1,6% na comparação semanal.

No Rio Grande do Sul, o cenário é semelhante. No estado, o produto está custando R$3,15/kg, preço 1,6% menor em relação ao fechamento da semana anterior.