PUBLICIDADE
cremer cremer
Motores

Motores Mercedes podem rodar com B20 gerando benefícios ambientais


Fator Brasil - 09 mai 2014 - 10:47 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
MercedesB20 090514
Amplamente testados e aprovados pela própria empresa, os ônibus Mercedes-Benz movidos com misturas de até 20% de biodiesel podem ser utilizados, com vantagens, nas cidades da Copa no Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016. De acordo com a empresa, o B20 – mistura de 20% de biodiesel e 80% de diesel comum – reduz em 35% a emissão de material particulado, contribuindo para a melhoria da qualidade do ar nas grandes cidades.

Empresa é pioneira no desenvolvimento do uso de biodiesel no Brasil, tendo realizado mais de 2,2 milhões de km de testes com a mistura B20 em ônibus urbanos. A experiência da Mercedes-Benz do Brasil com o desenvolvimento, testes e uso regular de combustíveis alternativos em ônibus assegura confiabilidade e qualidade às empresas e aos gestores de transporte coletivo urbano.

Os veículos Mercedes-Benz podem ser abastecidos normalmente com o biodiesel B20, que foi amplamente testado e aprovado para uso nos ônibus e caminhões da marca sem necessidade de alterações no veículo e no motor, independente do ano de fabricação.

“Os motores desenvolvidos pela Mercedes-Benz abastecidos com o biodiesel mantêm a eficiência e o excelente desempenho, com menores emissões e reduzido consumo. O uso do B20, por exemplo, possibilita a redução de 35% na emissão de material particulado. Isso reforça a confiança da empresa no uso deste combustível alternativo, que se mostra como opção interessante, uma vez que não requer alteração na estrutura da frota atual”, afirma Gilberto Leal, gerente de Desenvolvimento de Motores da Mercedes-Benz do Brasil.

Segundo o executivo, o B20 pode ser utilizado com vantagens nas cidades que abrigarão grandes eventos, como a Copa do Mundo deste ano e as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. “Seria uma espécie de ‘Copa Verde’, com redução de emissões, melhoria da qualidade do ar e estímulo ao desenvolvimento do PNPB”, completa.

Pioneira
A Mercedes-Benz do Brasil é pioneira no desenvolvimento e nos testes com o uso de biodiesel, já tendo realizado mais de 2.200.000 km de testes de operação com biodiesel B20 em ônibus urbanos. “Mostramos ao mercado que esta é das mais viáveis alternativas de combustível ‘limpo’ para nosso País”, reforça o executivo. “Novamente, a nossa marca indica o caminho a seguir, consolidando também um trabalho de parceria na busca por soluções sustentáveis”.

Os ganhos ambientais proporcionados pela utilização do biodiesel são potencializados ainda mais pelos motores com a exclusiva tecnologia BlueTec 5 da Mercedes-Benz, que reduzem em 80% as emissões de Material Particulado e em 60% as emissões de Óxidos de Nitrogênio (NOx), em relação à legislação anterior.

Com adaptações BiodieselBR.com