Emissões

[Vídeo] Poluição: paulistanos perdem até 3 anos de vida


BiodieselBR.com - 20 ago 2015 - 15:27

Com o ar seco neste mês de agosto, a poluição fica ainda mais evidente nas grandes cidades do Sudeste. Um estudo indica que um morador de São Paulo chega a perder até três anos de vida, por causa da fumaça venenosa da metrópole.

O ar pesado equivale a três cigarros por dia e, mesmo que a pessoa não seja fumante, é o que vai para o pulmão, se ela vive numa cidade como São Paulo.

A poluição é responsável por mais de um 1,5 milhão de mortes por ano na China. Seis mil no Rio de Janeiro por ano e 35 por dia em São Paulo.

Este seria o pior cenário, ficar parado no trânsito dentro do carro em um ambiente assim rodeado de prédios, os chamados cânions urbanos, que dificultam a dispersão de gases poluentes. Faz mal para o coração porque aumenta o risco de infarto e é péssimo para o pulmão porque é como se todos aqui fumassem de 3 a 4 cigarros por dia.

O médico Paulo Saldiva é patologista da USP e especialista em poluição. Ele faz parte do comitê de qualidade do ar da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Centro de Pesquisas Ambientais da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Um estudo feito por ele mostrou que os paulistanos viveriam pelo menos três anos mais se a atmosfera da cidade fosse mais limpa. Um problema de saúde pública que afeta até a reprodução humana.

A solução esbarra na falta de tecnologias sustentáveis e de investimentos na mobilidade urbana.