PUBLICIDADE
Emissões

Embrapa promove encontro sobre Avaliação de Ciclo de Vida


Embrapa Agroenergia - 05 abr 2012 - 09:16 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
bios ciclo vida
A Embrapa Agroenergia promove o I Encontro em Avaliação de Ciclo de Vida (ACV), no dia 13/04, em sua sede, em Brasília/DF.  ACV é uma metodologia para avaliar os impactos ambientais associados a um produto, processo ou atividade, por meio da identificação e quantificação dos fluxos de energia e materiais ao longo do ciclo de vida.

O evento terá inicio às 9h, com palestra sobre o conceito de ACV e as estratégias brasileiras a ela relacionadas, ministrada pelo professor Armando Caldeira-Pires, da Universidade de Brasília (UnB). Na sequência, haverá uma apresentação (em inglês) do pesquisador Anthony Benoist, do Cirad, centro de pesquisa francês voltado para agricultura e desenvolvimento. Ele falará sobre as pesquisa em ACV que estão sendo desenvolvidas no instituto e as exigências ambientais que o governo da França começou a implementar. Fechando a programação, a pesquisadora Marília Folegatti Matsuura, da Embrapa Meio Ambiente, apresentará palestra relacionando ACV à pesquisa agropecuária brasileira.

Em 2009, a instituição realizou o workshop “Aspectos Metodológicos da ACV e Impacto Social da Cultura do Pinhão Manso”, em parceira com a Associação Brasileira dos Produtos de Pinhão-manso (ABPPM) e a Universidade de Yale, dos Estados Unidos. “A Embrapa Agroenergia já está aplicando ACV em projeto de pesquisa com pinhão-manso e pretende começar a aplicar essa metodologia em outros trabalhos”, diz o pesquisador Gilmar Souza Santos.

Nesse intuito ampliar a atuação na área, a Embrapa Agroenergia está estabelecendo parceria com a UnB. Em julho do ano passado, o professor Caldeira-Pires ministrou uma palestra sobre o tema para a equipe de Pesquisa e Desenvolvimento do centro de pesquisa. Em dezembro, ele foi o instrutor de um curso com uma semana de duração para pesquisadores e analistas de sete unidades da Embrapa.

Durante o curso, Caldeira-Pires alertava que o setor agroenergético é um dos que mais estão sujeitos às exigências de comprovação de sustentabilidade, especialmente no que diz respeito ao uso da terra e à emissão de gases causadores do efeito estufa. Daí a importância da adoção de uma ferramenta como a ACV, que permite, por exemplo, a caracterização detalhada da emissão de gases durante todo o ciclo de produção de um biocombustível.

Para o pesquisador Gilmar Souza Santos, da Embrapa Agroenergia, o uso formal e intensivo do ACV poderá consolidar a credibilidade dos produtos brasileiros nos mercados internacionais. O governo francês, por exemplo, já está exigindo que os rótulos de 80 frutas comercializadas em supermercados, entre elas a manga brasileira, exibam os volumes de gás carbônico emitidos.

O encontro do dia 13/04 visa a discutir a importância que a ACV terá, em um futuro próximo, para a comercialização de produtos no mercado interno e externo, bem como apresentar a situação brasileira no tratamento desses temas nas instâncias governamentais e privadas. A entrada é gratuita (sujeita à disponibilidade de vagas) e não depende de inscrições prévias. O evento será realizado no auditório da Embrapa Agroenergia, que fica no Parque Estação Biológica, s/nº, no final da Avenida W3 Norte, em Brasília/DF.

Vivian Chies