Participação

Crescimento de ‘outros materiais graxos’ criam ponto cego no mercado


Fábio Rodrigues - 17 ago 2017 - 18:11 - Última atualização em: 18 ago 2017 - 09:15

Depois de anos a fio dependendo quase exclusivamente da soja e do sebo, o mix de matérias-primas utilizadas pela indústria do biodiesel está ficando mais diversificado. E de forma bastante acelerada. Segundo números divulgados nessa quinta-feira (17) pela a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) só no primeiro semestre desse ano 17,9% de todo o biodiesel fabricado no país ao longo do primeiro semestre foram feitos a partir de fontes óleos e gorduras diferentes da soja e do sebo bovino puros.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar