Participação

Com alta da soja, sebo bovino no biodiesel cresce no Sudeste e Norte


BiodieselBR.com - 30 ago 2012 - 17:39 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
sebo bovino_aumento_300812
Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), divulgou esta semana o boletim mensal do biodiesel do mês de julho. De acordo com a publicação, a soja apresentou singela queda desde o último boletim e registou a marca de 79,47% enquanto a gordura bovina ficou em 17,33%.

O destaque deste boletim fica para a região Norte que, pela primeira vez, desde que o informativo passou a ser mais detalhado e quebrar os números regionalmente, apresentou redução na utilização da soja e aumento de 25% na utilização da gordura bovina na produção de biodiesel, fazendo dela a matéria-prima mais expressiva da região.

Outra região que chamou atenção pelo crescente uso de sebo foi o Sudeste. Entre as duas últimas análises da ANP, houve um crescimento repentino de 29 pontos percentuais da representatividade da gordura bovina na produção de biodiesel na região. Dessa maneira, seu percentual ficou próximo ao da soja.
As variações mais expressivas na utilização de sebo bovino na produção de biodiesel normalmente estão relacionadas com a disponibilidade e o preço do óleo de soja.

O óleo de algodão apresenta índice menor desde março deste ano. Diferente da região Norte, as regiões Nordeste, Sul, Sudeste e Centro Oeste, seguem com o óleo de soja dominando com larga folga (veja gráficos).

jun12 1_mp_300812
jun12 2_mp_300812
jun12 3_mp_300812
jun12 4_mp_300812
jun12 5_mp_300812

Renata Alves