Soja

Elevado preço da soja foi principal responsável pela inflação em julho


BiodieselBR.com - 10 jul 2012 - 11:32 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
soja-seca
Os preços elevados da soja no mercado internacional estão puxando para cima os índices de inflação no Brasil. Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV) a alta da oleaginosa responde por mais da metade da elevação de 1,25%, registrada em julho pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M) – um dos principais componentes do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M).

Em entrevista à Agência Estado, o coordenador de análises econômicas da FGV, Salomão Quadros, explicou que a cotação da soja foi o fator individual mais relevante na alta registrada. Os preços que já vinham elevados por causa da quebra na produção nos países da América do Sul e estão novamente em alta devido à seca nos Estados Unidos – maior produtor mundial da commodity. Na primeira prévia de julho, o preço da soja subiu 9% contra 2,35% no mesmo período do mês passado.

Segundo o pesquisador, é difícil prever qual será o impacto total da soja sobre a inflação do ano. A expectativa é que o impacto comece a perder força já no mês que vem.

Recorde
Levantamento divulgado pelo Centro de Estudo Avançados em Economia Aplicada (Cepea) revela que as cotações dos produtos do complexo estão em patamares recordes na Bolsa de Chicago. De acordo com a entidade, enquanto os preços do farelo de soja já superaram seu recorde histórico, o da soja in natura está bem perto dos valores observados em 2008.

No mercado interno, o Cepea indica que os preços regionais estão se aproximando da paridade para exportação. Isso quer dizer que os compradores nacionais estão pagando praticamente o mesmo que o mercado de exportação pagaria pelo produto. Mesmo assim, a oferta de soja tem sido escassa, o que tem influenciado as indústrias a importarem soja de países vizinhos.

Biodiesel
Recentemente, a Fecombustíveis anunciou um aumento de dois centavos nos preços médios do litro do óleo diesel. A entidade ligou a alta aos valores cobrados pelo biodiesel no 26º Leilão, preço que é diretamente impactado pelas cotações da soja.

A flutuação no preço da soja tem sido uma das maiores preocupações do governo em relação a elevação da mistura para além do B5. O governo trabalha com uma agenda de diversificação de matéria-prima, mas não tem obtido sucesso na redução da dependência da soja.

O Ministério da Fazenda é o principal opositor na proposta do novo marco regulatório de elevar o percentual de biodiesel no diesel.

*Com informações da Agência Estado e Cepea
Tags: Soja