PUBLICIDADE
cremer
Soja

Esmagamento de soja é o menor em quatro anos


Folha de S.Paulo - 18 jul 2013 - 10:00 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53

A indústria de óleos vegetais vive um ano atípico. A moagem de soja soma apenas 12,6 milhões de toneladas nesta safra, 10% menos do que no ano passado. É o menor volume em quatro anos.

Os dados são da Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais) e se referem ao período de fevereiro a maio. A associação considera a safra de fevereiro a janeiro.

Esse cenário não deixa de ser complicado para as indústrias, que diminuem o ritmo de atividade devido à conjugação de vários fatores.

Entre eles, está o fato de o país, pela primeira vez, exportar um volume maior de soja do que o que deverá ser processado internamente.

Os dados da Secex (Secretaria de Comércio Exterior) já mostram essa tendência de exportações maiores.

De fevereiro a junho, a saída de soja em grãos já soma 26,1 milhões de toneladas, 4 milhões mais do que em igual período do ano passado.

Essa saída se deve, em parte, pela presença menor dos norte-americanos no mercado mundial de soja, devido à quebra de safra no ano passado nos Estados Unidos.

Os argentinos, outro concorrente do Brasil, priorizam as exportações de produtos industrializados, com mais valor agregado.

O ritmo de processamento de soja pelas indústrias é prejudicado, ainda, pelos problemas logísticos e por alteração tributária ocorrida neste primeiro semestre.

A lei 12.839 deste ano reduziu a zero o PIS e a Cofins na venda de óleos vegetais. A tributação do farelo é suspensa e não há incidência dessa tributação nas exportações.

As indústrias não conseguem aproveitar os créditos que permitiam o pagamento de tributos futuros com créditos obtidos. Acumulados durante o processo de produção, esses créditos "viravam" dinheiro.

Quanto à logística, o início do ano foi um período de dificuldades no transporte de grãos até as fábricas.

A Abiove prevê uma produção de 81,6 milhões de toneladas de soja neste ano. Desse volume, pelo menos 39 milhões serão exportados, 22% mais do que em 2012.

O processamento de soja pelas indústrias brasileiras será de 37,2 milhões de toneladas neste ano, 2,7% mais do que no anterior, segundo a associação.

Mauro Zafalon – Folha de S.Paulo