Soja

Conab reduz previsão de safra de soja


Reuters - 07 mar 2013 - 17:51 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
conab reduz_projecao_070313
A estimativa de safra de soja do Brasil 2012/13 foi reduzida nesta quinta-feira (07) para 82,1 milhões de toneladas, queda de 1,3 milhão de toneladas ante a projeção de fevereiro, apontou a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A estatal citou problemas climáticos em seu relatório que apontou a revisão. "Na região Centro-Oeste, sobretudo, no Estado de Mato Grosso, as chuvas excessivas de janeiro e fevereiro atrasaram a colheita da oleaginosa e, em consequência, o plantio do milho segunda safra, e causou perdas na qualidade", disse a Conab.

Apesar da redução, a produção de soja do Brasil ainda será recorde, superando o pico de 75,3 milhões de toneladas da safra 2010/11. Na temporada passada (2011/12), o país colheu 66,4 milhões de toneladas, com os cultivos sendo afetados por uma seca no Sul.

A safra total de grãos – que inclui também produtos como milho, arroz e trigo –, foi estimada em um recorde de cerca de 183,6 milhões de toneladas, ante 185 milhões na previsão anterior e 166,2 milhões em 11/12. “O motivo da diminuição se deve às condições climáticas adversas no período da pesquisa, como o excesso de chuva na região Centro-Oeste e a estiagem no Sul do país", disse a estatal.

Na comparação com a temporada passada, porém, o crescimento é grande por conta dos bons preços que estimularam o plantio e pelas condições climáticas favoráveis no país até o momento, com algumas exceções.

A área total de plantio cresceu 4,1% em relação à safra passada e chegou a 53 milhões de hectares. As culturas de soja e milho obtiveram também os melhores desempenhos em área plantada.

Para realizar o levantamento, os técnicos da Conab ouviram no período de 18 a 22 de fevereiro representantes de órgãos públicos e privados das áreas de grande produção.

Com adaptações BiodieselBR.com