Sebo bovino

Demanda por sebo para produção de biodiesel tende a diminuir, aponta consultoria


Scot Consultoria - 16 fev 2012 - 14:00 - Última atualização em: 27 fev 2012 - 00:05

À medida que a colheita da soja evolui no Centro-Oeste, a demanda por sebo para a produção de biodiesel tende a diminuir, o que pode ser um fator de pressão baixista. De acordo com a Scot Consultoria, atualmente, os negócios com o sebo no Brasil Central ocorrem ao redor de R$ 1,75 por quilo, livre de imposto.

Apesar da ligeira melhora da oferta de matéria prima nos últimos dias, a demanda não deu margem para alterações na referência. O setor de higiene pessoal trabalha com estoques abastecidos. Além disto, as empresas de biodiesel saem às compras do produto com cautela.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) ofertará, em leilão virtual, no dia 27 de fevereiro, 700 mil metros cúbicos de biodiesel destinados à adição ao óleo diesel. Este será o primeiro leilão do ano.