Óleo de cozinha

Projeto da Cargill reciclou 500 toneladas de óleo residual


Assessoria Cargill - 17 fev 2014 - 16:45 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
Cargill OGR_170214
O programa “Ação Renove o Meio Ambiente” – iniciativa que promove a reciclagem de óleo de cozinha usado – já arrecadou 500 toneladas de óleo de cozinha pós-consumo. O programa foi implantado em 2010 pela gigante internacional do setor trading agrícola e fabricante de biodiesel Cargill.

O projeto articula parcerias com redes de supermercados, empresas e ONGs para implantação de um sistema de reciclagem de óleo de cozinha e envio do resíduo para a produção de biodiesel. Além da coleta do óleo residual, o Programa promove ainda ações de conscientização ambiental, que vão de palestras sobre preservação do meio ambiente e reciclagem a participações em eventos junto à comunidade.

Atualmente existem 452 postos de coleta localizados em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraná. Até o mês de junho de 2014, entretanto, a expectativa da empresa é instalar outros 100 pontos e iniciar a coleta em outros estados, como Goiás. O descarte incorreto do óleo de cozinha usado pode trazer diversas consequências ao meio ambiente.

Segundo Márcio Barela, consultor de Sustentabilidade da Unidade de Negócio Foods Brasil, o programa oferece uma opção para a população que está cada vez mais consciente e preocupada com o destino dos seus resíduos. “O óleo de cozinha, se lançado em pias e ralos, também pode causar danos a rede de esgoto e contaminar rios e represas. Assim, por meio da iniciativa, a população pode destinar corretamente o seu resíduo e ainda contribuir para a produção de um combustível mais sustentável”, afirma.