Macaúba

MDA divulga chamada pública sobre manejo da macaúba


BiodieselBR.com - 18 out 2012 - 12:57 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
chamada publica_macauba_181012
O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) divulgou ontem (17) uma Chamada Pública que vai selecionar um projeto para a elaboração de materiais que terão como objetivo divulgar técnicas de manejo sustentável da macaúba entre agricultores familiares. Os recursos para o projeto serão de, no máximo, R$ 1 milhão.

A macaúba é uma espécie de palmeira nativa do Brasil que ocorre naturalmente nos biomas amazônico, cerrado e Mata Atlântica e tem potencial para a produção de óleo vegetal comparável ao do celebrado dendê – superando a marca de quatro toneladas de óleo por hectare plantado. Apesar do conhecimento sobre essa espécie e suas práticas de manejo ainda serem limitados, há um bom número de famílias que sobrevivem explorando atividades extrativistas em maciços naturais da planta.

"A macaúba é uma cultura perene, intensiva em mão de obra, menos agressiva no uso do solo e tem alta produtividade em óleo", descreveu o coordenador-geral de Biocombustíveis da SAF/MDA, André Machado, em nota divulgada pela assessoria de imprensa do ministério.

O projeto do MDA será voltado a essas famílias nos estados de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e São Paulo. Serão beneficiados diretamente cerca de 650 estabelecimentos da agricultora familiar nesses três estados. A ideia é contribuir para que essas famílias consigam se inserir como fornecedoras de matéria-prima para a produção de biodiesel. As usinas poderia contar essas aquisições como parte das exigência do Selo Combustível Social.

Extrativismo
Nesse sentido a chamada pretende criar um manual de boas práticas para o manejo da espécie que sirva como marco referencial para as atividades extrativas que já vêm sendo desenvolvidas. O material ajudaria os agricultores a fazerem o inventário dos maciços, o planejamento da conservação da área, a definição das atividades permitidas e a elaboração das normas de uso. Tudo para que a exploração possa ocorrer de forma sustentável.

"Por se tratar de uma atividade extrativista e não apresentar tecnologia ou orientação com referência em pesquisas, o MDA busca, por meio deste Chamamento, resolver um dos problemas das comunidades extrativistas da macaúba com este manual", explica Machado.

Segundo o ministério, o óleo extraído da polpa da macaúba tem boas características para a fabricação de biodiesel e, por isso, tem despertado a atenção das usinas.

Podem apresentar propostas entidades privadas sem fins lucrativos. O prazo vai até 05 de novembro e os resultados deverão ser anunciados até o dia 12 do mesmo mês.

A íntegra da chamada pode ser acessada aqui.

Fábio Rodrigues - BiodieselBR.com