Macaúba

Governo quer ampliar produção de macaúba, diz titular do MAPA


BiodieselBR.com - 20 nov 2013 - 11:53 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, participou ontem (19) da cerimônia de abertura I Congresso Brasileiro de Macaúba. Realizado por iniciativa da Embrapa, o evento está acontece até amanhã (21) na cidade de Pato de Minas (MG) para compartilhar os resultados mais recentes da pesquisa relacionada a esta palmeira oleífera nativa do Brasil.

Segundo o ministro da agricultura é de interesse do governo ampliar a produção dessa cultura no país. "Nós queremos grandes extensões de plantações, queremos o cultivo da planta em várias regiões do Brasil. Por isso vamos discutir aqui quais os incentivos o governo federal pode dar para essa cultura", afirmou Andrade.

O público esperado é de 250 participantes entre pesquisadores, produtores agrícolas, estudantes, representantes do Governo, além de palestrantes do Brasil, do Paraguai e da Alemanha.

Saiba Mais
A macaúba é pode atingir 15 metros de altura com troncos de 20 a 30 cm de diâmetro. Estudos realizados pela Embrapa mapearam algumas áreas de ocorrência natural de macaúba no cerrado, sendo a região mineira do Alto Paranaíba uma das áreas com maior ocorrência natural da espécie.

A planta possui grande potencial de uso, desde o caule até a semente, e é utilizada para fins alimentares, cosméticos e energéticos. A espécie é atribuída à produção de óleo com fins energéticos.

Nos últimos anos, a possibilidade de utilização do óleo de macaúba para a produção de biocombustíveis no Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB) tem influenciado pesquisas a respeito do potencial de produção, variabilidade genética e disponibilidade de matéria prima.

Com adaptação BiodieselBR.com