BASF
Dendê / Palma

Bunge investirá R$1 bi no Brasil; avalia óleo de palma


Reuters - 24 fev 2012 - 09:40 - Última atualização em: 04 mar 2012 - 15:30
4-bunge
A Bunge fará investimentos adicionais de 1 bilhão de reais no Brasil e considera aplicar recursos no setor de óleo de palma, disse nesta quinta-feira o presidente-executivo da multinacional do agronegócio no país, Pedro Parente.

Os investimentos se somam aos 2,5 bilhões de dólares anunciados em 2011 para serem investidos até 2016 na expansão da capacidade de produção de açúcar, etanol e geração de energia elétrica.

"Tivemos autorização do nosso conselho para realizar mais 1 bilhão de reais (de investimentos) em outros setores", disse Parente a jornalistas após reunião com a presidente Dilma Rousseff.

"Nós estamos considerando a possibilidade de fazer investimentos na área de palma, ou dendê", acrescentou ele, sem explicar se a empresa optará por comprar ativos na indústria de palma ou se começaria algum projeto novo no setor.

Contatada, a Bunge não forneceu imediatamente informações adicionais às declarações de Parente.

"Estamos olhando outros setores. Nós já trabalhamos no setor de soja, milho, temos uma unidade nossa de alimentos, temos nosso setor de cana-de-açúcar e a área de fertilizantes, e estamos pensando agora em entrar em outros setores", disse.

Atualmente, o Brasil é importador de óleo de palma, usado na produção de margarinas industriais, gorduras, cosméticos, o que reforça a atratividade do setor para a empresa, segundo Parente.

"É um dos óleos que tem o maior aumento de consumo nos últimos anos, e o país é importador de óleo de palma, então seria de um alto interesse estratégico para o país na nossa visão", disse.

A produção de óleo de palma do Brasil está concentrada no Pará, onde a Agropalma produz cerca de 70 por cento do total produzido no país.
A região já recebe investimentos em projeto para a produção de óleo de palma de outra multinacional do agronegócio, a ADM, além de recursos da Petrobras, que desenvolve um plano visando a produção de biodiesel.

CANA
Dos investimentos anunciados no ano passado, o executivo disse que 400 milhões de dólares já foram gastos, metade na expansão da usina Moema e a outra parte em plantio de cana.

A Bunge possui oito usinas no país, nos Estados de Minas Gerais, São Paulo, Tocantins e Mato Grosso do Sul, além de ser importante processadora e exportadora de produtos agrícolas.

Hugo Bachega