PUBLICIDADE
Dendê / Palma

Biopalma pede parceria do Governo do Pará no projeto de biodiesel


Agência Pará - 18 abr 2012 - 09:05
9819 p1010052

O governo do Estado e a Biopalma da Amazônia iniciaram negociação de parceria para aumentar a produção de biodiesel a partir do óleo de palma. O projeto da empresa, controlada pela Vale, é incluir maior número de agricultores familiares no processo de produção do dendê. O assunto foi discutido nesta segunda-feira, 16, na Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri).

O gerente de Meio Ambiente e Agricultura Familiar da Biopalma, Eduardo Leão, informou que pretende incentivar o cooperativismo como forma de organizar os agricultores e facilitar a inclusão das famílias no processo industrial da cultura. A meta da empresa para este ano é incluir 500 produtores, dos quais 300 já estão cadastrados nos municípios de Moju e Abaetetuba. Até março de 2013 serão duas mil famílias produzindo em 80 mil hectares.

A diretora adjunta da Sagri, Eliana Zacca, que presidiu a reunião, incentivou a diversificação do plantio com a inclusão de outras espécies como fruteiras, para aumentar a renda dos produtores e fixar o homem no campo. “O agricultor passará a ser um empreendedor e para isso receberá novos conhecimentos por meio da capacitação”, explicou Eliana Zacca.

Alexandre Galvão, gerente de Produção Vegetal da Sagri, propôs a assinatura de um Termo de Cooperação Técnica para definir as atribuições da Biopalma e dos órgãos do governo que serão envolvidos na parceria. “O termo permitirá a expansão do projeto para outras atividades com a absorção dos produtos pela Biopalma”, acrescentou Galvão.

Participaram também da reunião o gerente de Estudos do Agronegócio da Sagri, Sergio Menezes, e a coordenadora de Envolvimento Social da Biopalma, Juliana Magalhães. Uma nova reunião será marcada para definir os novos passos da parceria entre o governo do Estado e a Biopalma na produção do biodiesel no Pará.

Leni Sampaio