Canola

Canola floresce e anima produtores do RS


Abrascanola - 15 jul 2014 - 12:27 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
CanolaDesenvolvimento 150714
Apesar das chuvas que mexeram com o calendário agrícola dos produtores gaúchos – castigando principalmente o trigo da safrinha – a produção de canola avançou no estado. Com uma área de quase 40 mil hectares nesta safra segundo levantamento da Embrapa Trigo, a canola tem um desenvolvimento animador na região. 

“A cultura se desenvolve muito bem. Agora, começa a fase de florescimento da oleaginosa,” explica o presidente da Associação Brasileira de Produtores de Canola, Abrascanola, Luiz Gustavo Floss.

Na propriedade de Márcio De Carli, em Vila Maria, o excesso de chuva foi empecilho apenas em pontos isolados da lavoura. Os cerca de 20 hectares destinados à oleaginosa entusiasmam o produtor que investe na canola pela primeira vez. “Acompanho a cultura há uns cinco anos, sei que é rentável, e estou animado com esta safra,” comenta.
 
RS na dianteira
Um levantamento feito pelo pesquisador Gilberto Tomm, da Embrapa Trigo de Passo Fundo, aponta uma área de 49.730 hectares destinados à canola nesta safra no Brasil. O Rio Grande do Sul lidera o ranking com 80,5% da área semeada. Na sequência, aparecem Paraná, com 17,1%, Minas Gerais com 1,3% e Mato Grosso do Sul com 1,1%.
 
Em 2014, a área de canola no Paraná registrou significativa redução, possivelmente, por causa dos prejuízos climáticos da safra anterior. A elevada umidade e a baixa insolação propiciaram o desenvolvimento de limo sobre o solo limitaram a produção.