Algodão

Avanço da colheita pode reduzir preço do caroço de algodão


Scot Consultoria - 08 jul 2015 - 14:25
Algodao 080715
De acordo com a avaliação da Scot Consultoria embora a colheita do algodão no Mato Grosso esteja apenas no começo, já há reflexos no mercado do caroço e derivados no restante do país. Segundo a consultoria a tonelada do caroço ficou cotada entre R$ 650 e R$ 750 no estado de São Paulo.

A pressão para a queda de preço deverá crescer nas próximas semanas conforme a colheita avance. Segundo o Instituto Mato-Grossense de Economia e Agropecuária, até essa segunda-feira (06) 2,5% da área plantada na temporada 2014/15 haviam sido colhidas.

O Mato Grosso é, de longe, o maior produtor de algodão do país. Segundo a Conab, os agricultores mato-grossenses são responsáveis por 562,7 dos 977,7 mil hectares reservados para essa cultura na safra atual.

Imea

Apesar da expectativa de queda em São Paulo, o Imea aponta relativa estabilidade no mercado mato-grossense. A tonelada do caroço disponível encerrou a semana passada negociada a R$ 468,89, pouco menos de 0,2% a mais do que na semana anterior em relação ao mesmo período do ano passado a valorização é bem mais expressiva chegando a 12,1%.

O óleo também aumentou de preço com cotação média de R$ 1.778 a tonelada. Isso é 0,6% a mais do que o Imea havia apurado uma semana antes e 5,7% em relação 2014.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com
Com informações Scot Consultoria e Imea