PUBLICIDADE
cremer cremer
União Europeia

Europa vai iniciar o inverno com pouco diesel armazenado


Valor Econômico - 11 ago 2022 - 09:05

A Europa pode entrar em seu rigoroso inverno com estoques de diesel abaixo do normal, um problema que se torna ainda maior diante dos cortes de fornecimento de combustível da Rússia em resposta às sanções ocidentais contra a invasão da Ucrânia.

Os estoques de diesel automotivo, óleo de aquecimento e outros combustíveis derivados do diesel na Europa devem atingir seu nível mais baixo em novembro, de acordo com a consultoria Wood Mackenzie.

Segundo a analista do setor de energia da empresa, James Burleigh, os estoques estão baixos nesse momento, fazendo com que o armazenamento para o inverno comece em nível abaixo do comum, mas disse que não vê crescimento da demanda em um futuro próximo.

Os estoques de diesel armazenado no centro de comércio de petróleo de Amsterdã-Roterdã-Antuérpia estão no nível mais baixo para o período desde pelo menos 2008, de acordo com dados da “Insights Global”.

O diesel é muito usado no continente, com seu uso incentivado financeiramente por alguns governos da região. Eles também são usados por navios e por setores de construção e manufatura.

Essa escassez pode se tornar um problema ainda maior no início do próximo ano quando vai entrar em vigor uma proibição da União Europeia às importações marítimas de combustíveis da Rússia – atualmente o maior fornecedor externo do continente.