Outros países

Bolívia investirá US$ 270 milhões em nova fábrica de biodiesel, diz USDA


Valor Econômico - 18 mar 2021 - 09:14

O governo da Bolívia aprovou a produção de biodiesel em 2019 e agora planeja construir uma planta de processamento de soja em Santa Cruz de la Sierra, informou o adido do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) no país. O investimento será de US$ 270 milhões.

A fábrica está projetada para produzir 1,4 milhão de litros por dia e deve entrar em operação em 2024. Segundo o USDA, caso a Bolívia adote uma mistura de 5% de biodiesel ao diesel convencional, a planta poderá exigir 20% da produção de óleo de soja da Bolívia, levando em consideração uma colheita de 3 milhões de toneladas.

A Bolívia gastou US$ 12 bilhões em importações de diesel e gasolina de 2006 e 2020. Como parte do anúncio, o presidente Luis Arce declarou que o plano permitirá “alcançar a soberania energética e impulsionar a economia”.

Por muitos anos, o governo do ex-presidente Evo Morales se opôs fortemente à produção de biocombustíveis com base no argumento de que o uso de grãos para combustíveis pode comprometer a oferta de alimentos. No fim de seu mandato, em 2018, Morales aprovou a produção de etanol de cana-de-açúcar, lembra o USDA. Agora, o país liberou o uso da soja.

“Supostamente, a fábrica será construída pela estatal Yacimientos Petroliferos Fiscales Bolivianos (YPFB). No entanto, o Ministro dos Hidrocarbonetos Franklin Molina disse que uma concorrência internacional para a construção da usina será anunciada no segundo semestre de 2021”, afirma o adido.

Fernanda Pressinott – Valor Econômico