Argentina

Fabricantes da Argentina consideram corte nos impostos insuficiente


BiodieselBR.com - 20 mai 2014 - 12:46 - Última atualização em: 21 mai 2014 - 22:25

Os fabricantes de biodiesel da Argentina consideram que a proposta de reduzir os impostos do biocombustível nas vendas internas para os mesmos valores do diesel mineral é positiva, mas insuficiente para compensar a queda nas receitas causada pela redução das vendas para o mercado europeu. A avaliação é da principal entidade representativa de fabricantes do país vizinho, a Câmara Argentina dos Biocombustíveis (Carbio).

“O projeto é positivo porque nos equipara com o diesel que a Argentina atualmente importa e que está, justamente, isento. Nos interessa a possibilidade de vender [biodiesel] às geradoras [de eletricidade]”, disse Zubizarreta à agência de notícias Reuters.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar