Argentina

Argentina protesta contra Espanha na Organização Mundial do Comércio


Jornal de Negócios - 14 jun 2012 - 09:41 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
cristina140612
A Argentina protestou ontem formalmente na Organização Mundial de Comércio (OMC) pela decisão de Espanha de limitar as importações de biodiesel de fora da Europa, com impacto directo nas vendas argentinas.

"Hoje [ontem], no Comité de Obstáculos Técnicos ao Comércio da OMC, Argentina protestou contra a Ordem Ministerial de Espanha que proíbe o uso de biodiesel não produzido na Europa, indica um comunicado do governo de Cristina Kirchner, citado pelo "Clarín".

Ao contrário do que tinha dito, a Argentina acabou mesmo por protestar sobre esta decisão de Espanha que, depois da nacionalização da participação da Repsol na YPF, limitou as importações de biocombustível, com impacto directo nas vendas argentinas para Espanha.

Para o governo argentino, trata-se de uma "medida proteccionista", cujo "objectivo é afastar a Argentina e outros fornecedores do mercado de biodiesel espanhol e que viola os normativos da OMC".

Os protestos acabaram, também, por ser extensíveis à União Europeia, que, segundo a Argentina, está a limitar a entrada de produtos de países em desenvolvimento. "A Argentina reclama à União Europeia que respeite las normas da OMC e reitera a sua posição para que os memebros de maior peso económico evitem a imposição de medidas e práticas que prejudiquem os interesses comerciais dos países em desenvolvimento".

Estas queixas surgem num momento em que a própria Argentina estabeleceu um conjunto de medidas para limitar as importações no seu país.