Argentina

Argentina diferenciará preço do biodiesel pelo tamanho das usinas


BiodieselBR.com - 13 nov 2012 - 17:50 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
argentina precos_131112
Está circulando pela grande imprensa da Argentina que o Ministério da Economia deverá anunciar nos próximos dias a criação de faixas de preço diferenciadas para o biodiesel fabricado por pequenas e médias usinas. A medida seria apenas para o biodiesel consumido internamente. Segundo o diário portenho La Nación, o vice-ministro da Economia, Axel Kicillof, anunciará a medida durante uma reunião marcada para hoje com as empresas do ramo de petróleo.

Desde agosto passado – quando o governo argentino anunciou mudanças substanciais em suas políticas para o setor –, a indústria de biodiesel da Argentina vem passando por um verdadeiro terremoto. As mais afetadas são as pequenas e médias usinas que tem declarado a quem queira ouvir que, se nada for feito, acabarão forçadas a deixar o mercado.

Segundo a imprensa, o plano não para no estabelecimento de preços mais favoráveis para as usinas pequenas e médias. O governo também quer estabelecer novas regras para orientar as compras de biodiesel por parte das petrolíferas que beneficiem as menores empresas.

Antes da crise atual, as usinas de pequeno porte respondiam por aproximadamente a metade da oferta para o mercado interno argentino, enquanto as grandes usinas se concentravam mais no mercado de exportação.

Preço
Os preços pagos pelo biodiesel no mercado interno da Argentina são definidos nos gabinetes Buenos Aires. Em agosto, o governo baixou o preço pago pelas petrolíferas na tonelada do biocombustível de $ 5.195 pesos para $ 4.405,30 pesos. Em outubro o preço foi elevado para $ 4661. Esse valor é considerado insuficiente pelos pequenos empresários.

Essa será a quarta vez que o governo argentino promove mudanças substanciais no segmento de biodiesel em menos de quatro meses.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com
Com informações: La Nación