Argentina

Argentina apresenta queixa contra Peru na OMC por tarifas sobre biodiesel


Reuters - 06 dez 2018 - 16:16

A Argentina apresentou uma queixa contra o Peru na Organização Mundial de Comércio (OMC) pelas tarifas antidumping e antissubsídios que o país impõe sobre as exportações argentinas de biodiesel, de acordo com documento da OMC divulgado nesta quarta-feira (05).

As tarifas vinham sendo cobradas desde o final de outubro de 2016.

A reclamação da Argentina na OMC acontece em um momento em que a União Europeia pode restabelecer impostos, devido a uma acusação de subsídio, às compras de biodiesel argentino, o que deixaria a indústria local sem mercados relevantes para os quais exportar.

A Argentina é um dos principais fornecedores mundiais de biodiesel e o Peru representa, tradicionalmente, um mercado secundário para as vendas argentinas. O setor, que inclui companhias como a Cargill, seria beneficiado pela abertura comercial.

"A reclamação da Argentina na OMC é muito importante. (O Peru) é um mercado que, apesar de não ter o fluxo que pode ter a Europa ou os Estados Unidos, era um dos nossos compradores tradicionais", disse Luis Zubizarreta, presidente da Câmara de Biodiesel da Argentina, à Reuters.

"O objetivo é manter todo os mercados possíveis abertos", acrescentou Zubizarreta.

Em 2014, a Argentina exportou 248.781 toneladas de biodiesel ao Peru, o maior volume de biocombustível embarcado para o país andino, o que respondeu por 15% das exportações argentinas de biodiesel daquele ano, de acordo com dados oficiais da Argentina.