Em Foco

Técnicos reúnem agricultores interessados em produzir dendê no PA


Assessoria MDA - 29 mar 2011 - 06:18 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:16

Começou no último dia 23 e segue até 07 de abril o ciclo de reuniões para Diagnóstico Rápido Participativo (DRP), na cidade de Tomé Açu (PA). A iniciativa vai levantar agricultores familiares interessados na implantação da cultura do dendê em parceria com empresas detentoras do Selo Combustível Social. No total, serão 26 reuniões com a participação de 59 comunidades e uma expectativa de reunir mais de mil famílias. A iniciativa reúne 28 técnicos na realização do DRP neste período.

O diagnóstico tem por objetivo conhecer a realidade socioeconômica dos agricultores familiares. A metodologia para realização do DRP foi elaborada pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), por meio da coordenação do Biocombustíveis da Secretaria de Agricultura Familiar (SAF), e acontece em parceria com organizações governamentais, movimentos de representação da agricultura e empresa produtora de biodiesel.

Segundo o técnico da coordenação que acompanha a atividade, Luiz Humberto da Silva, o DRP é realizado em três fases: identificação das regiões prioritárias; identificação das comunidades potenciais e identificação na comunidade dos agricultores familiares nos núcleos com vocação e interesse no plantio da cultura do dendê, que é a terceira fase que acontece em Tomé Açu.

Nas reuniões são apresentados o Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel; o Programa do Óleo de Palma e a linha de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf Dendê); a apresentação da empresa produtora de biodiesel sobre a parceria a ser realizada com a agricultura familiar e sua atuação no programa; além de esclarecimentos e aplicação de questionários sócioeconômico das famílias. Após este levantamento será realizado o georreferenciamento das propriedades pela SAF/MDA.

Participam das reuniões a Delegacia Federal do MDA no Pará, Petrobras Biocombustíveis/Galp, Prefeitura Municipal de Tomé Açu, Governo do Estado do Pará, Incra, Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STTR), Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Sintraf) e PluralCooperativa.