Em Foco

Jordânia vai plantar pinhão-manso em parceria com o Brasil


BiodieselBR.com - 16 mar 2011 - 06:50 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:16

Uma parceria entre o Brasil e a Jordânia permitirá o plantio experimental, naquele país do Oriente Médio, do pinhão-manso. O acordo foi divulgado na última sexta-feira pelo Ministério da Agricultura jordaniano. As informações são do jornal The Jordan Times.

Segundo a porta-voz do ministério, Rula Mubeidin, a iniciativa partiu do embaixador brasileiro em Amã, Fernando José Marroni de Abreu, durante encontro na semana passada com o ministro da Agricultura da Jordânia, Samir Habashneh.

Mubeidin disse que o embaixador apresentou um resumo da experiência brasileira na produção de biocombustível de cana-de-açúcar e seu uso em automóveis e geração de energia, explicando que essa tecnologia, se aplicada, ajudaria a reduzir a dependência da Jordânia de produtos de petróleo. “O diplomata brasileiro sugeriu o plantio em áreas do reino como um teste para verificar a compatibilidade dos fatores climáticos”, afirmou.

A porta-voz acrescentou que as conversas também abordaram formas de ampliar o comércio e a cooperação no campo da pesquisa científica entre os dois países. “O embaixador estava muito interessado na proposta de Habashneh de exportar azeite de oliva e tâmaras para o Brasil, prometendo discutir o assunto com seu governo”, contou.

Ari Silveira - BiodieselBR.com