BASF
Em Foco

Governo dos EUA dará dinheiro para usinas que produzirem biodiesel


BiodieselBR.com - 30 set 2011 - 10:44 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:17

O secretário de Agricultura dos Estados Unidos, Tom Vilsack, anunciou que o Departamento de Agricultura realizará pagamentos a mais de 160 produtores de biocombustível em 41 Estados através do Programa Bioenergético para Biocombustíveis Avançados.

O programa, autorizado no parágrafo 9005 do Projeto de Lei Agrícola de 2008, realiza pagamentos aos produtores que atenderem aos requisitos, visando incentivar e assegurar o aumento da produção de biocombustíveis avançados. Os pagamentos baseiam-se na quantidade de biocombustível produzida pelo beneficiário a partir de biomassa renovável, à exceção de amido de milho.

Entre os combustíveis que se qualificam ao benefício estão aqueles produzidos de celulose, resíduos agrícolas, dejetos animais, restos alimentares e resíduos vegetais, além de biogás, óleos vegetais ou gorduras animais.

“A produção de energia renovável criará dezenas de milhares de empregos diretos nos Estados Unidos e mais milhares de indiretos, assim como eletricidade limpa para abastecer milhões de casas”, diz Vilscak. “Os pagamentos que venho hoje anunciar representam o contínuo comprometimento do governo Obama em trabalhar junto aos produtores para prover o biocombustível necessário para reduzir nossa dependência de fontes externas de energia. Os pagamentos são um incentivo à crescente indústria de biocombustíveis avançados dos Estados Unidos.”

A Ever Cat Fuels é uma das várias usinas de biodiesel a receber pagamentos pelo programa 9005. De acordo com o Departamento de Agricultura, a empresa foi selecionada para receber US$ 98.507. O pagamento ajudará a Ever Cat Fuels a amortizar o custo de produzir aproximadamente 3,35 milhões de litros de biodiesel em sua unidade no Minnesota. A empresa é a primeira usina comercial a empregar o processo Mcgyan e tem capacidade anual para 11,5 milhões de litros. O Departamento de Agricultura observou que a usina, em funcionamento há dois anos, criou 20 empregos de tempo integral. Cerca de 90 fabricantes de biodiesel de todo o país devem receber pagamentos através do programa.

“A produção de energia renovável cria empregos, abastece casas e empresas e reduz a dependência do nosso país de fontes externas de energia”, diz Colleen Landkamer, diretor estadual de desenvolvimento rural do Departamento de Agricultura. “Estes pagamentos contribuem com a crescente indústria de biocombustíveis dos Estados Unidos e terá um impacto enorme bem aqui, no Minnesota.”

O National Biodiesel Board (NBB) fez uma declaração pública de apoio ao programa. “Estes pagamentos criarão empregos e atividade econômica enquanto ajudam a indústria de biodiesel a desenvolver novas tecnologias e aprimorar a eficiência”, diz Anne Steckel, vice-presidente de assuntos federais do NBB. “É mais uma demonstração do grande comprometimento deste governo em ampliar a produção nacional de biocombustíveis avançados e assegurar nosso futuro energético.”

Fonte: Biodiesel Magazine
Tradução BiodieselBR

Tags: Eua