Paulo Anselmo Ziani Suarez

O poder calorífico do Biodiesel


Paulo Suarez - 17 dez 2006 - 22:17 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:22

Desde 2001, quando iniciei a minha carreira na UnB, venho trabalhando em diversos projetos relacionados com a produção de biocombustíveis a partir de óleos vegetais, seja por transesterificação (Biodiesel) ou por craqueamento (Bio-óleo), bem como o desenvolvimento de técnicas de análise das propriedades físico-químicas desses combustíveis. Tenho lido e produzido muita literatura específica, além de ter participado de inúmeros debates em diversos eventos no Brasil e no mundo. Esta minha experiência tem aumentando a cada dia a minha certeza de que o Biodiesel é uma alternativa concreta aos combustíveis fósseis. Provavelmente o Biodiesel não seja solução definitiva para os problemas energéticos e ambientais que a humanidade esta começando a se deparar, mas acredito que seja pelo menos uma opção intermediária enquanto não é desenvolvida uma solução melhor.

No entanto, apesar de ser um ardoroso defensor do Biodiesel, devo reconhecer que não há somente vantagens nesse biocombustível. De fato, ao comparar o Biodiesel com o Petrodiesel, existem alguns pontos para os quais o biocombustível fica em desvantagem, dentre os quais, o Poder Calorífico, que resolvi escolher como tema da minha coluna este mês.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar


Tags: Suarez