Erasmo Carlos Battistella

Em busca da criação de políticas estruturantes para o desenvolvimento da canola


Erasmo Carlos Battistella - 15 fev 2011 - 08:59 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:15

No mês de dezembro de 2010 foi fundada, em Passo Fundo/RS, a ABrasCanola (Associação Brasileira dos Produtores de Canola) por um grupo de diversas entidades que vem se reunindo há 4 anos motivados pelo trabalho que começou a ser desenvolvido na região norte do Rio Grande do Sul com a instalação da unidade de produção de biodiesel da BSBIOS.

Esse Grupo denominado DRS (Desenvolvimento Regional Sustentável) Biocombustíveis é liderado pelo Banco do Brasil conjuntamente com a BSBIOS e engloba agentes financeiros, sindicatos, associações, cooperativas, empresas, agricultores familiares e produtores rurais. Além dessas participam órgãos muito importantes para a agricultura como Embrapa e Emater. Esse trabalho foi tomando corpo na região com adesão cada vez maior, e em virtude da expansão da área cultivada de Canola o Grupo sentiu a necessidade da formação uma associação nacional que representasse os produtores e o setor produtivo da cultura da Canola.

Dessa forma, foi fundada a ABrasCanola que tem como  principal objetivo difundir a oleaginosa em todos os estados brasileiros que tenham potencial, por isso estamos buscando mais associados, todas empresas, entidades e agricultores que estão ligados ao setor produtivo vão ser contatados para que a Associação possa ser fortalecida, bem como, ela também trabalhará junto aos órgãos de pesquisa e aos Governos Federal e Estadual para promover o desenvolvimento dessa cultura.

Neste momento, nós estamos vencendo a etapa burocrática de formação da Associação, mas imaginamos que a partir do mês de março a  ABrasCanola já comece a tomar suas primeiras ações, inclusive, no dia 1º de março estamos juntamente com a Embrapa promovendo o Vº Curso de Capacitação e Difusão da Cultura da Canola, é o quinto ano consecutivo que ocorre a atividade, antes ela era promovida por diversas empresas e entidades e agora a ABrasCanola estará desenvolvendo este treinamento.

E, neste dia também a Associação já quer se posicionar entregando para os representantes do Governo Federal, que estão convidados e já estão confirmando a participação nesse importante curso, um documento solicitando um tratamento diferenciado para esta cultura. Desejamos que o Governo Federal possa juntamente com a Associação construir um Programa Nacional de Incentivo a Produção e Uso da Canola.

Nós como indústria e Associação temos nossas limitações, entretanto temos a certeza que para que essa cultura atinja um bom desenvolvimento, que é nossa expectativa, precisamos da participação do Governo Federal, assim como já vem ocorrendo com outras culturas. Eu creio que essas iniciativas são muito importantes para a agricultura brasileira, vemos o exemplo dos incentivos que estão apoiando a cultura do Dendê no Norte e da Mamona no Nordeste.
 
A Canola é a cultura que realmente se mostra viável, é a solução em curto prazo para aumentar a oferta e a diversificação de matéria-prima para a produção de biodiesel nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. Então, dessa forma, é que ABrasCanola irá solicitar ao Governo Federal, tanto para o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) quanto para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), para que a quatro mãos possamos construir um Programa Nacional de Incentivo a Produção e Uso da Canola. A Associação terá um papel fundamental nessa construção por que ela fará o elo do setor produtivo com o Governo Federal, que precisará criar políticas estruturantes para este novo do programa.

De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) no Brasil a área cultivada com Canola em 2010, safra 2010/11, foi de 46,3 mil hectares, superior em 49,4% à safra de 2009 que plantou 31 mil hectares. O aumento de área mais significativo ocorreu no Paraná obtendo 107,1% a mais de área plantada, seguida por Mato Grosso do Sul com 73,7%, Rio Grande do Sul com 30,4%, além de Santa Catarina que iniciou a produção com 385 hectares. Entre os Estados que cultivam Canola, o Rio Grande do Sul é o maior produtor, com 64,99% do total produzido no país. A BSBIOS fomentou em 2010 uma área de 15 mil ha distribuída em 60 municípios das regiões norte, nordeste e noroeste do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

A ABrasCanola, que está sediada em Passo Fundo/RS, tem como Presidente do Conselho de Administração Erasmo Carlos Battistella, Vice-presidente Administrativo Fábio Júnior Benin, Vice-presidente Financeiro Renato Bresolin, Vice-presidente Técnico Luis Gustavo Floss, Vice-presidente de Relações Associativas e Institucionais Jair Dutra Rodrigues, Vice-presidente de Promoção de Eventos Bernardo Palma, Vice-presidente de Políticas e Captação de Recursos Nei Cézar Manica. Ainda fazem parte do Conselho Fiscal como titulares: Renir Renato Resener, Alberi Ceolin e Paulo de Tarso. E, como suplentes: Mário Wagner, Adriano Nunes de Almeida e Lamar Sakis.

Por Erasmo Carlos Battistella
Diretor Superintendente da BSBIOS
Vice-presidente de Relações Associativas e Institucionais da UBRABIO
Presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Canola (AbrasCanola)