Negócio

Petróleo WTI sobe em direção à máxima desde 2018


Valor Econômico - 26 mai 2021 - 09:27

O WTI, referência americana do petróleo, apagou as quedas modestas do início da sessão desta terça-feira (25), que foram impulsionadas pela realização de lucros, e, por volta das 14h25 (horário de Brasília), subia 0,4%, para US$ 66,33 o barril, o que o coloca em curso para o preço de fechamento mais alto desde 29 de outubro de 2018.

O petróleo WTI saltou 6,4% nas duas sessões anteriores, devido ao aumento da demanda, e a recuperação parece ainda ter pernas, já que os investidores aguardam os dados semanais otimistas sobre os estoques de petróleo dos Estados Unidos.

Uma pesquisa do “Wall Street Journal” prevê que os dados da Agência Internacional de Energia (AIE), a serem divulgados nesta quarta (26), mostrarão quedas generalizadas nos três principais itens de energia: petróleo bruto, gasolina e destilados. À frente dos dados da AIE está o relatório paralelo da API, grupo comercial privado, que será divulgado ainda hoje, às 17h30.

O petróleo Brent (julho) operava em alta de 0,4%, a US$ 68,73 o barril, na ICE, em Londres.

Mais cedo, por volta de 9h45, os preços dos contratos para julho do Brent caíam 0,35%, a US$ 68,22 o barril, enquanto os do WTI para o mesmo mês recuavam 0,50%, a US$ 65,72 o barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex).

Rafael Vazquez – Valor Econômico

Tags: Petróleo wti