Bio

Usina que participou do primeiro leilão perde o selo social


BiodieselBR.com - 23 mai 2011 - 13:33 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:16

Foi publicado no Diário Oficial da União de hoje o cancelamento do Selo Combustível Social da Ponte Di Ferro Participações. A empresa foi uma das pioneiras da indústria brasileira do biodiesel tendo concorrido no primeiro leilão de biodiesel realizado pela ANP em dezembro de 2005 – foram adquiridos 70 milhões de litros na ocasião.

O sócio da Ponte Di Ferro Participações, Carlos Zveibil Neto, qualificou a notícia da perda do selo como “uma chateação” quando contatado pela reportagem de BiodieselBR, mas acrescentou que era algo inevitável. “Tinha que acontecer porque nós já não estávamos mais vendo qualquer possibilidade de tocar operações na área de biodiesel”, reconhece.

Bem no começo do PNBP, a Ponte di Ferro apostou suas fichas no biodiesel e chegou a mudar seu nome para indicar essa nova atividade – virou Ponte Di Ferro Participações, Indústria e Comércio de Biodiesel Ltda. Enquanto aguardava a entrega de duas usinas que havia encomendado para suas operações, a empresa alugou duas unidades produtivas, uma com capacidade para produzir 32 milhões de litros em Taubaté (SP) e outra de 57 milhões de litros Manguinhos (RJ) que já foram devolvidas aos proprietários há tempos.

O plano era produzir biodiesel a partir de óleo de caroço de algodão, mas a alta do preço desse insumo somada à falta de disponibilidade da matéria-prima no mercado nacional acabou paralisando o projeto que nunca chegou a produzir biodiesel comercialmente. “A matéria-prima para o biodiesel acabou sendo a soja. E com a soja você tinha um problema de preço que viabiliza o biodiesel só para quem planta soja”, avalia.

No final, a Ponte Di Ferro acabou tirando o biodiesel do nome e abandonou completamente o segmento há quase dois anos. “Deixamos de fazer biodiesel e fomos para o Nordeste fazer óleo de babaçu e derivados”, explica.
 
A empresa nunca chegou a produzir biodiesel e no primeiro leilão que participou foi desclassificada.

Fábio Rodrigues - BiodieselBR.com