Bio

Ubrabio é contra as mudanças do leilão


BiodieselBR.com - 22 ago 2011 - 07:39 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:17

Representantes da União Brasileira do Biodiesel (Ubrabio) irão nessa segunda-feira até a sede da ANP no Rio de Janeiro para uma reunião onde solicitarão que o sistema de leilões de biodiesel não evolua. O diretor da ANP, Alan Kardec, vai participar do encontro.

A evolução do sistema de leilões foi determinada pela Portaria no 469 editada pelo Ministério de Minas e Energia em 03 de agosto e começará a valer no 23º leilão de biodiesel marcado para daqui a dois dias. A deficiência corrigida na atual sistemática é o ponto mais polêmico das mudanças. Trata-se da adição do Fator de Ajuste Logístico (FAL) que coloca a logística de distribuição do biodiesel na disputa.

Na reunião de hoje a Ubrabio vai apresentar uma proposta para que o próximo leilão siga as regras antigas e o setor tenha mais tempo para debater as mudanças. A associação acredita que as alterações no sistema deveriam passar a valer só a partir do início do ano que vem. A entidade também defende que as mudanças coincidam com o aumento da mistura obrigatória de biodiesel no diesel mineral dos atuais 5% para 7% como forma de equilibrar o mercado que hoje sofre com o excesso de oferta.

Segundo nota enviada, a Ubrabio está em contato com o Sindibio MT e Sindibio RS que deverão ser mais duramente atingidos pelas mudanças, o medo é que o novo modelo de comercialização agrave a situação dessas usinas.

Fábio Rodrigues - BiodieselBR.com

Tags: L23