Bio

Energias renováveis cresceram 35% em 2010


BiodieselBR.com - 15 mar 2011 - 11:17 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:16

O segmento de energias renováveis – que soma energia solar, eólica e biocombustíveis – cresceu respeitáveis 35,2% durante o ano passado, saltando de um faturamento global da ordem de US$ 139 bilhões em 2009 para pouco mais de US$ 188 bi em 2010. Os números foram levantados na edição 2011 do relatório Clean Energy Trends que foi publicado ontem (14) pela Clean Edge, empresa norte-americana especializada em pesquisa e consultoria em fontes limpas de energia.

Essa é a décima edição do relatório, o que permite fazer um balanço da performance ao longo da primeira década do século 21. Os resultados são bastante animadores, com o setor mantendo um ritmo de expansão anual entre 40% e 30% desde 2000. É o bastante para que o cofundador da Cean Edge, Ron Pernick, coloque as energias limpas no mesmo patamar de tecnologias que mudaram a face do mundo. “Conforme testemunhamos na década passada, as tecnologias limpas se provaram oportunidades de negócios com taxas de crescimento que rivalizam com revoluções tecnológicas como a telefonia, a computação e a Internet”, diz.

Segundo o relatório, o segmento de biocombustíveis – somando etanol e biodiesel – produziu perto de 103 bilhões de litros no ano passado, conta 89,3 bilhões de litros em 2009. O faturamento foi de US$ 56,4 bilhões em 2010 e deverá dobrar durante a próxima década, chegando a cerca de US$ 113 bilhões por volta de 2020.

Uma das principais tendências que relatório aponta para a área de biocombustíveis é o aumento no interesse por parte das companhias de aviação civil e de fabricantes de aeronaves no desenvolvimento de alternativas aos combustíveis fósseis.

Fábio Rodrigues - BiodieselBR.com