Mundo

Biodiesel na Alemanha


BiodieselBR - 29 jan 2006 - 23:00 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:22

A Alemanha possui 82 milhões de habitantes que consomem em torno de 27 milhões de toneladas de diesel.

A Alemanha estabeleceu um expressivo programa de produção de biodiesel a partir da canola, sendo hoje o maior produtor e consumidor europeu de biodiesel, com capacidade de gerar 1 milhão de toneladas anuais.

E a expectativa para 2006 é uma produção de até 2 milhões de toneladas. Porém o uso de biodiesel na Alemanha ainda é uma questão bastante controversa por lá. Como por exemplo, o ministro federal das finanças defende a isenção de impostos para o biodiesel, enquanto a agência federal do meio ambiente, argumenta que os benefícios ecológicos, não justificam as desvantagens e despesas na agricultura.

No modelo de produção na Alemanha, os agricultores plantam a canola para nitrogenar naturalmente os solos exauridos daquele elemento e dessa planta extraem óleo, que é a principal matéria-prima para a produção do biodiesel.

O sistema produtivo alemão de Biodiesel, bem como dos demais países europeus, tem a seguinte configuração:
- o óleo é extraído da canola (rape seed). O farelo protéico produzido nesta etapa é direcionado para ração de animais;
- o óleo de canola é transformado em óleo diesel vegetal, agora caracterizado como Biodiesel;
- o Biodiesel é distribuído de forma pura (B100), isento de qualquer mistura ou aditivação, para uma enorme rede de abastecimento de combustíveis composta de mais de 1.000 postos.

Uma estratégia interessante na comercialização, adotada pelos alemães, foi a disponibilização de dois bicos numa mesma bomba de combustível, sendo um para o óleo diesel de petróleo, e o outro, com selo verde, para o Biodiesel.

Grande parte dos usuários misturava, nas mais diversas proporções, o Biodiesel com o diesel comum, até ganhar confiança no novo combustível, cerca de 12% mais barato e com várias vantagens ambientais.

A prática de um menor preço para o Biodiesel na Alemanha é explicável pela completa isenção dos tributos em toda a cadeia produtiva. Hoje, o Biodiesel representa 2% do total do diesel que é consumido neste país. Até 2010, a Alemanha pretende substituir 10% do diesel fóssil pelo Biodiesel.

O uso comum de Biodiesel como combustível tem sido substancialmente desenvolvido desde 1991, com a montagem da primeira planta industrial em Aschach/Áustria.

Tags: Alemanha