014

Cartas do Leitor - edição 14


BiodieselBR.com - 21 dez 2007 - 12:31 - Última atualização em: 09 nov 2011 - 19:10


B5

"O B5 é mais uma prova da viabilidade do uso de combustíveis renováveis e uma constatação de que o governo está fazendo de tudo para que esta inovação dê certo."
Francisco Edvan Pereira


Inclusão social

"Enquanto o biodiesel brasileiro estiver comprometido com a soja, a inclusão social da agricultura familiar e a melhor distribuição de recursos da própria agricultura não vão acontecer. Para obter matéria- prima, as usinas de biodiesel dependem de grandes áreas plantadas de soja, ou seja, dos grandes plantadores. Temos a capacidade e o dever de mudar isso, incluindo como prioridade nacional os investimentos em outras culturas. Estou falando de crédito, sistemas de distribuição de sementes, pontos de coleta de sementes e muitas outras coisas necessárias ao sucesso de um programa sério. Um dia isso tem de mudar, e a hora é esta."
Gilberto Pereira

Soja

"O fato de o Centro-Oeste, especificamente o Mato Grosso, estar produzindo biodiesel de soja está permitindo que grande parte da produção de soja do Estado seja industrializada na própria região. Vale dizer que mais de 2 milhões de toneladas deixaram de ir para os portos em forma de grãos e estão se transformando em farelo e biodiesel dentro do Brasil. Afinal, a idéia não é parar de exportar matéria- prima in natura e gerar empregos aqui? É interessante como o brasileiro acha normal descontar bilhões em IPI para incentivar a venda de carros, em que as empresas são todas estrangeiras. O agronegócio, um ramo que deveria ser orgulho nacional pelo seu sucesso, absorve muito menos recursos públicos, dando como retorno superávit na balança comercial."
João L. Ribas


Macaúba para o Nordeste

"Com o estudo das fontes renováveis de energia nasce outro tipo de agricultura, em que o campo começa a ser valorizado. Há entre nós aqui no Cariri cearense a macaúba, encontrada em quase todo território nacional. Estudos têm demonstrado que essa palmeira fornece a maior produtividade de óleo entre as plantas perenes que se deram bem no Nordeste brasileiro. A macaúba e o pinhão-manso são plantas da nossa região adaptadas à seca, pois suas raízes vão buscar águas mais profundas. Como vastas áreas do Nordeste foram desmatadas e por causa da seca não são cultivadas, ocupá-las com palmeiras nativas perenes ou com o pinhão-manso será uma maneira de fazer a terra produzir mesmo em condições adversas, gerando riqueza onde a miséria é sempre vista como algo sem solução. Acho que chegou a hora e a vez daquelas plantas que resistiram ao nosso desprezo, à nossa falta de sabedoria e ao clima escaldante, e que ainda assim são capazes de produzir sem as exigências dos tratos finos dispensados à soja. Os prefeitos é que precisam passar a governar também para o campo. Menos praças na sede, onde a banda toca, e mais alegria no campo, que toca a economia local. As cidades deixarão de inchar quando for bom morar no campo."
Gilson Leite de Moura

"São necessários apenas 3 milhões de hectares de macaúba para substituir todo o diesel consumido durante um ano em nosso país. Ainda teríamos uma enorme quantidade de mel produzido das suas flores e montanhas de torta para alimentação animal ou humana. Só que nossas autoridades políticas são imediatistas e míopes, não investindo em um projeto para daqui apenas dez anos."
Carlos Alves de Souza


Óleo de cozinha

"Seria realmente eficaz, podendo baixar o preço do produto, se o governo instituísse uma campanha de recolhimento de óleo vegetal destinado ao programa do biodiesel. A distribuição de recipientes padronizados de coleta para as residências e a divulgação dos programas poderiam ser feitas em conjunto com secretarias de meio ambiente, com apoio de instituições financeiras e de empresas poluidoras. Tenho o modelo do recipiente, mas não encontro apoiadores."
Nelson Viguetti