010

Cartas do leitor - edição 10


Maria Isabel Vedana - 24 abr 2007 - 12:26 - Última atualização em: 19 dez 2011 - 18:01


Crambe

"Parabéns pelo excelente trabalho realizado com a revista."
João Batista Cardoso
Diretor da Binatural
São Paulo - SP



"Em sua última edição, a revista BiodieselBR destaca, na seção “Frases”, uma declaração atribuída a mim: “O governo não sabe o que é melhor: ter ou não ter leilão”. Em relação ao publicado, esclareço que a frase, analisada fora de contexto, contém uma inverdade. A política de comercialização do biodiesel por meio de leilões públicos é uma decisão do governo federal, tomada no mais alto nível do Poder Executivo por intermédio do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), e tratase de mecanismo necessário para consolidação da cadeia de produção e uso do biodiesel no país. Os leilões públicos têm se mostrado um excelente instrumento para impulsionar o mercado ao mesmo tempo em que se garante a concorrência de modo transparente. No gerenciamento do programa, o governo mantém um canal eficaz de comunicação com o setor privado, em todos os elos da cadeia produtiva e de distribuição de combustíveis. Portanto, o governo conhece e reconhece as posições divergentes entre os diversos atores dessa cadeia em relação à continuidade da política dos leilões, conforme apontado na matéria “Radiografia do Setor”, publicada na mesma edição da revista, na página 20. Por fim, ratifico a posição do governo de, no momento oportuno, debater com o setor eventuais alterações na política de comercialização de biodiesel."
Ricardo Dornelles
Diretor do Departamento de Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia
Brasília - DF



Glicerina

"A glicerina teve utilização limitada em várias rotas produtivas por conta do seu alto custo como matéria- prima ou pouca disponibilidade. Agora que temos glicerina à vontade, vamos transformá-la em parte importante do negócio, dando sustentabilidade ao biodiesel. Esse é o caminho que deveria ser seguido por várias outras comunidades de pesquisa."
Frederico Augusto Lima Silva
Engenheiro químico e consultor da Biodiesel Consultoria e Projetos
Salvador - BA



Biodiesel na Amazônia

"Muito se fala em recuperação das áreas degradadas. É muito inteligente e defendo a posição dos pesquisadores Ricardo Leite e Marcos Enê Chaves Oliveira, da Embrapa. É uma forma economicamente viável e com certeza será um meio de sobrevivência para as pessoas que aqui vivem. Recuperar áreas degradadas, sim, porém com algo que gere emprego e renda permanente."
Osvaldo Romanholi
Novo Progresso - PA



Algas

"Parabéns, a reportagem está excelente – ótimas fotos e texto muito esclarecedor. Fico à disposição para continuar com o assunto."
Roberto Bianchini Derner
Professor do Departamento de Aqüicultura – CCA – UFSC
Florianópolis - SC



Cinética

"Os comentários e esclarecimentos curtos e didáticos fazem justiça ao título da coluna “Cinética”."
José Domingos Fontana
Professor-emérito da UFPR
Curitiba - PR



Biodieseis não convencionais


"Tenho sempre comentado que a natureza da matéria-prima precisa ser obrigatoriamente conhecida antes de se iniciar o processo de produção, ou as conseqüências serão muitas perdas e dores de cabeça. Dependendo das características da matéria graxa utilizada, a mesma deve cumprir com um mínimo de requisitos para que a conversão em biodiesel seja apreciável. Recomendo sempre testes em pequena escala, antes da produção, o que dará mais segurança e confiabilidade ao processo."
Paulo Gonçalves
Consultor independente
São Paulo – SP