009

Editorial: Mudanças e o Crambe


BiodieselBR.com - 25 fev 2007 - 14:40 - Última atualização em: 19 dez 2011 - 18:10


Esta nona edição da revista BiodieselBR traz uma mudança importante, que visa aprimorar a qualidade editorial e contribuir ainda mais com o desenvolvimento do setor de biodiesel no Brasil. Como vocês notarão, a seção “Exterior” deixa de ser publicada e dá lugar a “Direto do laboratório”, espaço em que serão publicados artigos técnicos de grande relevância no meio acadêmico, e com um importante diferencial: os pesquisadores Donato Aranda (Greentec/UFRJ) e Paulo Suarez (LMC-UnB) serão os responsáveis por selecionar e avaliar a importância dos artigos recebidos para essa nova seção, aberta para a contribuição de pesquisadores de todo o Brasil.

O professor Donato Aranda também começa agora a assinar uma coluna bimestral ao lado dos já colunistas Paulo Suarez e Univaldo Vedana, contribuindo com sua ampla experiência e vasta produção científica relacionada ao biodiesel.

Entre as reportagens, o destaque fica com o crambe, planta ainda desconhecida por muitos, mas que tem encantado os produtores rurais que a testaram, devendo superar em área plantada o pinhão-manso em 2009. A cultura se destaca pela colheita mecanizada, o ciclo curto de desenvolvimento, o bom percentual de óleo e ainda pela possibilidade de ser plantada sem atrapalhar outras culturas como a soja. Esta é uma opção de curto prazo para as usinas que buscam intensamente matérias-primas alternativas.

Já as microalgas são uma opção para o futuro, mas os entraves para o seu avanço em território nacional são muitos e hoje estão concentrados primordialmente na pesquisa, setor altamente dependente do apoio do governo. Portanto, se o país quiser assumir papel de destaque no cenário mundial do biodiesel, vai precisar apoiar mais o pilar tecnológico que sustenta o Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB).


Por Julio Cesar Simczak Vedana
Diretor de Redação