009

Cinética: notas sobre biodiesel


BiodieselBR.com - 14 abr 2009 - 14:05 - Última atualização em: 19 dez 2011 - 18:10

Por Miguel Angelo Vedana

Biodiesel argentino
A foto acima é do navio Chembulk New York, que atracou no porto de Suape em Pernambuco e descarregou 24 milhões de litros de biodiesel. O que chama a atenção é a origem do produto, a Argentina. A carga desembarcou no Brasil no dia 22 de dezembro e foi a segunda a fazer esse caminho. A primeira veio com o navio Bro Alma, que atracou no dia 9 de novembro e descarregou 16 milhões de litros de biodiesel argentino. E está prevista a chegada do navio Golten com mais uma carga do biocombustível.


Entreposto
Esse biodiesel foi negociado pela trading Trafigura, que está usando o Brasil como entreposto para o envio do biodiesel para a Europa. No Brasil a Trafigura é representada pela Ello-Puma Distribuidora de Combustíveis, da qual tem 25% de participação. Segundo a empresa, a carga não seguiu para a Europa e parou no Brasil por uma “decisão estratégica”. Não há previsão para que esses 40 milhões de litros de biodiesel sigam viagem. Enquanto isso, o combustível aguarda a “decisão estratégica” da empresa para ganhar um destino.

Para os interessados em comprar o biodiesel e usá-lo no Brasil, um aviso: ele não está à venda. Segundo o CFO da Ello-Puma Sergio Exeni, todo o biodiesel está vendido para a Europa.


Manguinhos
A Refinaria de Manguinhos entrará em uma nova fase. Depois de ter sido arrendada pela Ponte di Ferro e nunca ter produzido biodiesel, a refinaria passa a ter um novo controlador. O Grupo Andrade Magro comprou em dezembro a participação de 70,76% que pertencia à Repsol e ao Grupo Peixoto de Castro. O novo controlador pretende reativar a produção de biodiesel da refinaria, mas isso não deve acontecer tão cedo. A empresa precisará passar por todo o processo de ativação de uma usina de biodiesel, que inclui a licença ambiental e autorizações da Receita Federal e da ANP.


Brasil Ecodiesel 1
O começo do ano foi interessante para quem tem ações da Brasil Ecodiesel. Em janeiro a cotação das ações da empresa teve uma oscilação acima do normal. Somente no dia sete de janeiro as ações subiram 53,97%. No acumulado do mês a alta foi de 34,43% e o volume negociado foi de R$58,7 milhões, o maior de toda a história da empresa na Bolsa.

Toda essa movimentação reacendeu em alguns investidores o boato de que a Petrobras poderia estar comprando a empresa. Para eles, esse seria o único motivo que explicaria tamanha oscilação na cotação das ações da empresa.


Brasil Ecodiesel 2

A Petrobras, em seu plano estratégico 2009- 2013, refuta, ainda que indiretamente, a possibilidade de comprar a Brasil Ecodiesel ou qualquer outra usina de biodiesel. Nesse plano a estatal planeja produzir no Brasil 535 milhões de litros de biodiesel em 2013. Esse biodiesel viria das três usinas comerciais e das duas piloto (que se tornarão comerciais) que a empresa já tem e ainda da programada usina ‘premium’ de biodiesel, que teria capacidade de 300 milhões de litros. Com apenas essas usinas a Petrobras estaria próxima de atingir sua meta, não havendo necessidade de comprar nenhuma outra.