Produção e consumo

Usinas entregaram 95,2% do biodiesel contratado no mês de março


BiodieselBR.com - 07 abr 2021 - 17:11

Depois de dois bimestres com desempenho relativamente fraco, o resultado parcial do L78 sinaliza para uma recuperação na demanda das distribuidoras. De acordo com informações recém-divulgadas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), ao longo do mês de março um pouco menos de 634 milhares de m³ de biodiesel foram carregados pelos fabricantes em caminhões que partiram com destinos aos compradores.

Este foi o maior volume de biodiesel já entregue num único mês. O resultado supera em 3,5% os 612,2 que haviam sido entregues ao longo de julho passado.

Segundo as regras do edital, 51% do biodiesel adquirido durante o L78 deveria ser entregue em março. Para que essa regra fosse cumprida integralmente, um pouco menos que 665,9 milhares de m³ de biodiesel teriam que ter sido entregues pelos fabricantes. O volume que foi efetivamente movimentado equivale a 95,2% desse total.

{viewonly=registered,special}Depois de dois bimestres com desempenho relativamente fraco, o resultado parcial do L78 sinaliza para uma recuperação na demanda das distribuidoras. De acordo com informações recém-divulgadas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), ao longo do mês de março um pouco menos de 634 milhares de m³ de biodiesel foram carregados pelos fabricantes em caminhões que partiram com destinos aos compradores.

Este foi o maior volume de biodiesel já entregue num único mês. O resultado supera em 3,5% os 612,2 que haviam sido entregues ao longo de julho passado.

Segundo as regras do edital, 51% do biodiesel adquirido durante o L78 deveria ser entregue em março. Para que essa regra fosse cumprida integralmente, um pouco menos que 665,9 milhares de m³ de biodiesel teriam que ter sido entregues pelos fabricantes. O volume que foi efetivamente movimentado equivale a 95,2% desse total.

Percentualmente, a performance do setor em março ficou um pouco abaixo dos 97,6% que haviam sido registrados em fevereiro. Naquele mês, no entanto, o setor estava numa corrida de recuperação depois de ter registrado um resultado particularmente ruim em janeiro.

Como um todo, no primeiro bimestre – que é o que realmente importa – a performance ficou em 92,4%. Abaixo dos 95% exigidos das distribuidoras pela ANP.

Extremos

Apesar do bom resultado médio, o setor viveu situações bem diferentes.

De um lado, nada menos que 9 usinas superam a meta de entregas para o mês de março com destaque para BSBios de Passo Fundo que antecipou a entrega de quase 3 mil m³ de biodiesel da cota de abril.

Por outro lado, 11 fabricantes encerraram março com desempenho abaixo do piso de 90% que o regramento da ANP exige das usinas. A unidade de Candeias (BA) da Petrobras Biocombustível terá que tirar um atraso de praticamente 4,5 milhares de litros em abril se quiser cumprir a exigência.

Veja abaixo os resultados das entregas para o mercado regular por usina:
20210407 L79Entregas TABELA 1

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com