Produção e consumo

Usinas entregaram 93,4% do biodiesel devido no mês de maio


BiodieselBR.com - 17 jun 2020 - 18:20

Embora o Leilão 72 esteja terminando como um verdadeiro desastre para o setor de biodiesel – a ponto da ANP ter feito mistura obrigatória retroceder de 12% para 10% –, ele não começou desse jeito. Dados que foram divulgados há pouco pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), mostram que, ao longo do mês de maio, os fabricantes conseguiram manter performance de entregas que pode ser considerada satisfatória.

No total, a agência reguladora contabiliza a entrega de 485,8 milhões de litros de biodiesel. Esse volume corresponde a aproximadamente 93,4% do volume que seria esperado nesse período de acordo com as regras do L72. Segundo o Anexo III do edital do processo, em maio deveriam ser entregues 51% do volume arrematado no certame – aproximadamente 520,3 milhões.

Embora ainda esteja abaixo da média histórica do setor – que é de 94,9% –, a performance das usinas em maio foi melhor do que as registrada nos dois últimos leilões. No L70, as entregas foram de 92,5% enquanto no L71 o número caiu para 87,5% – o pior da história do sistema.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR