Produção e consumo

Greve dos caminhoneiros reduz produção de biodiesel de maio em 14%


BiodieselBR.com - 02 jul 2018 - 16:06

O impulso inicial que a chegada do B10 deu à produção de biodiesel parece já ter esfriado. Depois de dois meses seguidos produzindo acima de 440 milhões de litros, as usinas brasileiras deram um passo atrás colocaram no mercado um pouco menos de 384,2 milhões de litros de biodiesel em maio. O valor consolida informações fornecidas pelos fabricantes e foi oficialmente divulgado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) na manhã desta segunda-feira (02).

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

Volume de biodiesel informado à ANP pelas usinas durante maio recuou 14% em relação ao mês anterior
 
<iframe class="highcharts-iframe" src="https://cloud.highcharts.com/embed/rJ8KaowMQ/" style="border: 0; width: 100%; height: 500px"></iframe>
 
O impulso inicial que a chegada do B10 deu à produção de biodiesel parece já ter esfriado. Depois de dois meses seguidos produzindo acima de 440 milhões de litros, as usinas brasileiras deram um passo atrás colocaram no mercado um pouco menos de 384,2 milhões de litros de biodiesel em maio. O valor consolida informações fornecidas pelos fabricantes e foi oficialmente divulgado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) na manhã desta segunda-feira (02). 
 
Olhando para o histórico completo da produção das usinas brasileiras, maio de 2018 ocupa um modesto 8º lugar. Uma virada e tanto se pensarmos como a chegada do B10 alavancou o desempenho setor em março e abril – que tomaram o primeiro e o segundo lugares no ranking da produção mensal com, respectivamente, produções de 452,4 [https://www.biodieselbr.com/noticias/usinas/producao/producao-de-biodiesel-supera-os-450-milhoes-de-litros-em-marco-020518.htm] e 446,2  [https://www.biodieselbr.com/noticias/usinas/producao/producao-de-biodiesel-em-abril-e-de-446-milhoes-de-litros-280518.htm] milhões de litros.
 
A produção de maio perde para cinco meses onde a mistura obrigatória estava dois pontos percentuais abaixo da atual.
 
Apesar da queda no índice mensal, houve um aumento de 4% na produção de biodiesel se a comparação for feita em relação a maio de 2017. No somatório do ano, até agora, a produção em 2018 está 25,1% maior que a do ano anterior.
 
Caminhoneiros
 
O grande motivo para a queda foi a greve dos caminhoneiros. O movimento nacional iniciado em 21 de maio e encerrado no dia 31 daquele mesmo mês levou ao fechamento de estradas por todo o país praticamente paralisando a produção do setor [https://www.biodieselbr.com/noticias/usinas/producao/35-usinas-biodiesel-estao-paradas-brasil-prejuizo-passa-r-43-milhoes-por-dia.htm].
 
De acordo com as regras definidas no Anexo III do edital do Leilão 60, ao longo do mês de maio as usinas deveriam entregar cerca de 15 milhões de litros de biodiesel por dia para cumprir suas obrigações contratuais. Isso significa que, presumivelmente, a greve atingiu diretamente a entrega e/ou a produção de um pouco mais de 165,2 milhões de litros.
 
Usinas
 
No total, 36 usinas reportaram à ANP terem fabricado biodiesel em maio. Isso graças à retomada da produção da unidade da Granol em Cachoeira do Sul (RS) que se encontrava inativa desde novembro passado. A planta fabricou 9,36 milhões de litros em maio.
 
A maior produtora de biodiesel no mês de maio foi a usina da Oleoplan em Veranópolis. A planta fabricou um pouco menos que 27,8 milhões de litros, redução de 3,5 milhões de litros em relação a abril.
 
Considerando o resultado o mês, não chega a ser surpreendente que a imensa maioria das unidades produtivas ativas tenham reduzido a produção em relação a abril. Essa foi o caso para 32 delas. Além da Granol de Cachoeira do Sul apenas outras três usinas conseguiram fabricar mais biodiesel: a PBio de Candeias, a Bianchini e a Amazonbio.
 
Entre os estados brasileiros, o Rio Grande do Sul foi o maior produtor com 109,9 milhões de litros de biodiesel fabricados.
 
Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com