Informações

Vibra fornecerá diesel R5 da Petrobras para testes em ônibus na cidade de Curitiba


EPBR - 10 jan 2022 - 09:45

Em janeiro, a Petrobras e a Vibra iniciaram testes com o novo diesel R5 (com 5% de conteúdo renovável), produzido na Refinaria Getúlio Vargas (Repar), no Paraná.

O investimento total previsto para todas essas etapas do projeto é de R$ 1,2 milhão.

Cerca de 120 mil litros do novo combustível serão fornecidos para ônibus da capital Curitiba buscando avaliar, em situação real, a influência na redução de emissões e no desempenho e manutenção desses veículos.

Veículos de três linhas de ônibus operadas pela Auto Viação Redentor rodarão com o novo combustível pelos próximos seis meses.

O período de testes permitirá também avaliar aspectos de produção, logística, distribuição e comercialização, dizem as empresas.

O novo combustível diesel R5 é resultado do coprocessamento de óleos vegetais ou gordura animal (renováveis) – ou até óleo de cozinha usado – com o óleo diesel de petróleo.

Originalmente, o combustível era chamado Hbio. Tem na composição final 95% de diesel mineral e 5% de diesel renovável, ou diesel verde.

A Vibra fará a adição obrigatória de 10% de biodiesel éster (B10) e entregará ao cliente o produto final com 15% de conteúdo renovável.

Também ficará a encargo da empresa a medição on board nos veículos – para análises físico-químicas; a locação de dois skids e tanque para armazenagem; e a logística entre a Repar e a base de armazenamento, em Araucária.

Apesar de ainda não ser usada industrialmente no Brasil, a tecnologia de coprocessamento – a partir da qual o biodiesel pode ser produzido – é amplamente utilizada na Europa e nos Estados Unidos, diz a Vibra.

Segundo a empresa, é possível baratear a introdução de combustível com parcela renovável no mercado, já que se utiliza de unidades industriais existentes nas refinarias de petróleo.

Atualmente, está em discussão no Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) a possibilidade do diesel renovável também ser considerado no teor obrigatório de biocombustível no óleo diesel, atualmente fixada em 10% pelo governo.

Ainda para janeiro, está prevista uma deliberação do CNPE sobre a política de inserção de novos combustíveis do Ciclo Diesel.

Acordo de marketing. A distribuidora de combustíveis terá o direito de veicular sua marca nos ônibus da Viação Redentor enquanto durarem os testes em Curitiba. Também participam como parceiros no projeto, além da Petrobras, a Mercedez-Benz e a Bosch.

A Vibra detém a licença de uso da marca Petrobras, totalizando uma rede com 8,3 mil postos – lojas de conveniência BR Mania e os centros de lubrificação automotiva Lubrax+ – e está presente em todas as regiões do país, tendo no portfólio mais de 18 mil grandes clientes corporativos nos segmentos de aviação, transporte, indústrias, mineração, produtos químicos e agronegócio.

A BR Aviation, da companhia, abastece cerca de 70% das aeronaves em mais de 90 aeroportos brasileiros.

Moksha de Castro - Epbr

Tags: Hbio Vibra R5