Informações

Aprobio quer reunião para discutir mudanças nos leilões de biodiesel


BiodieselBR.com - 08 ago 2018 - 18:35 - Última atualização em: 09 ago 2018 - 09:58

“As alterações são tantas que precisamos analisar tudo com calma e profundidade”, afirmou o presidente da Associação dos Produtores de Biodiesel do Brasil (Aprobio), Erasmo Carlos Battistella, ao comentar os efeitos da Portaria MME 311/2018. Publicado há pouco mais de uma semana (30), o documento introduz um novo desenho para o sistema de leilões de biodiesel.

Em nota publicada, a Aprobio está cobrando a realização de uma reunião técnica com representantes de todo o setor de biodiesel antes que a nova resolução seja colocada em consulta pública.

Entre as mudanças mais importantes estão: a criação de uma reserva mínima de 5% da demanda para usinas menor porte, flexibilização da periodicidade dos leilões – que hoje são bimestrais – e a abertura para que os preços do biodiesel passem a variar de acordo com um indexador. As mudanças são detalhadas neste texto.

Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), as mudanças ainda precisam ser regulamentadas e só devem passar a valer efetivamente no ano que vem. Isso deixa de fora pelo menos o Leilão 62 e o Leilão 63.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com
Com informações Aprobio

Tags: Anp Aprobio