Informações

ADM vê melhora na margem de lucro do processamento de oleaginosas


BiodieselBR.com - 03 nov 2011 - 07:24 - Última atualização em: 29 fev 2012 - 12:37

As margens de lucro do processamento de oleaginosas da Archer Daniels Midland (ADM) melhoraram no primeiro trimestre fiscal, encerrado em 30 de setembro, e devem continuar subindo, conforme crescer a demanda nos mercados emergentes, de acordo com avaliação da própria companhia.

Em momentos anteriores, a ADM enfrentou dificuldades no segmento por causa do excesso de capacidade global - assim como a concorrente Bunge. Embora as margens do processamento de oleaginosas da ADM tenham caído 28% no primeiro trimestre em relação ao ano anterior, para US$ 221 milhões, "atualmente estão superiores a níveis de depressão", afirmou o diretor operacional Juan Luciano, durante conferência com investidores.

A ADM, uma das maiores traders de grãos do mundo, registrou um aumento de 33% no lucro do primeiro trimestre, para US$ 460 milhões, ou US$ 0,68 por ação. As atividades de refinação, embalagem e produção de biodiesel e outros geraram lucro de US$ 49 milhões no trimestre, ante US$ 27 milhões um ano antes, pois a demanda por biodiesel na América do Norte foi significativa. Além disso, o volume de vendas de produtos especiais de proteína e boas margens de lucro na América do Norte compensaram resultados inferiores na América do Sul e na Europa.

Os resultados do segmento de oleaginosas na Ásia no trimestre ficaram alinhados aos do ano passado, refletindo principalmente a participação da ADM no grupo de investimentos em agronegócios Wilmar International.

As margens de lucro no segmento de etanol devem continuar boas no curto prazo, segundo a ADM. A companhia está assinando contratos com compradores de adoçante de milho e está otimista com os preços e as margens para 2012. Houve uma melhora modesta na margem de lucro do processamento de soja e colza, de modo que a ADM vai continuar estimulando a diversidade e a força de suas operações com oleaginosas.

Segundo a companhia, uma parcela maior da demanda global terá de ser suprida com commodities produzidas fora dos Estados Unidos. Por isso, a ADM busca fortalecer suas atividades internacionais.

Filipe Domingues

Tags: Adm