Conferência BiodieselBR 2018

Miguel Ivan Lacerda pode assumir Secretaria de Petróleo e Gás no MME

O fim do prazo para que ministros e chefes do executivo deixem seus cargos para concorrer às eleições não deu fim à dança das cadeiras que está ocorrendo em diversos órgãos públicos. No último domingo (8), Michel Temer confirmou a indicação de Wellington Moreira Franco – até então ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República – para liderar o Ministério de Minas e Energia (MME).

O anúncio veio logo na sequência de outro, feito dois dias antes, quando o secretário-executivo do MME, Paulo Pedrosa, deixou oficialmente seu cargo. Além disso, o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Luiz Barroso, apresentou ontem (9) um pedido de renúncia, que já teria sido aceito.

Com tantos buracos, ainda há muitas vagas a serem preenchidas. Conforme noticiado pelo jornal O Estado de São Paulo, o atual secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis, Márcio Félix, pode se tornar o novo secretário-executivo do ministério. Com isso, Moreira Franco deve reforçar a linha de continuidade no processo de capitalização da Eletrobras.

No lugar de Félix, por sua vez, a expectativa de fontes ouvidas por BiodieselBR.com é que seja nomeado o atual diretor do Departamento de Biocombustíveis, Miguel Ivan Lacerda de Oliveira. Entre os principais argumentos a favor do nome do diretor está sua experiência como secretário nacional de irrigação, no Ministério da Integração Nacional.

Além disso, a atuação de Lacerda de Oliveira junto ao Congresso Nacional para a aprovação da Política Nacional de Combustíveis (RenovaBio) também dá força a sua indicação. Pelo mesmo motivo, em contrapartida, a fonte – que preferiu se manter anônima – argumenta que a Petrobras pode se posicionar contra a escolha do diretor.

Biodiesel direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal