Leilões de biodiesel

Paradas programadas reduzirão produção no L71 em 15 milhões de litros


BiodieselBR.com - 04 fev 2020 - 17:05

Nove usinas estão prevendo fazer paradas durante o período de entregas do 71º Leilão de Biodiesel (L71). A informação foi divulgada no começo da tarde dessa terça-feira (04) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

{viewonly=registered,special}Nove usinas estão prevendo fazer paradas durante o período de entregas do 71º Leilão de Biodiesel (L71). A informação foi divulgada no começo da tarde dessa terça-feira (04) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

No total, isso reduziu a capacidade de oferta do setor em pouco mais que 15,2 milhões de litros de biodiesel. Isso representa um pouco mais do que 1% da capacidade de oferta das usinas habilitadas no Leilão 71.

Um ano atrás – no L64 – as paradas programadas resultaram em perdas bem maiores em relação à capacidade inscrita. As paralizações representaram cerca de 1,8% da oferta. Aproximadamente 22,7 milhões de litros.

Mais longa

A Bocchi vai ser o fabricante mais afetado.

A planta de Muitos Capões (RS) vai ficar paralisada entre 02 e 13 de março. Nesses 12 dias ela deixará de produzir 3,6 milhões de litros de biodiesel o que representa 20% de sua capacidade bimestral de oferta

Veja a lista completa de usinas que estão programando paradas para o segundo bimestre de 2020:
20200204 L71ParadasProgramadas TABELA

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com

Tags: Paradas L71