Pesquisa

Pesquisadores coreanos usam insetos para converter resíduos em matéria-prima para biodiesel


Fábio Rodrigues - 19 ago 2021 - 18:18

Um grupo de pesquisadores das universidades Dongguk e Sejong da Coreia do Sul está desenvolvendo num sistema que usa larvas da mosca soldado-negro (Hermetia illucens) para gerar gorduras para a produção de biodiesel. A meta é aprimorar um método que permita converter resíduos alimentares em combustível.

As larvas dessa espécie de mosca conseguem se alimentar de diversos tipos de resíduos orgânicos e acumular grande quantidade de gorduras em seus tecidos. Isso permitira aproveitar uma fonte de biomassa que atualmente tem pouca utilizada para a produção de biocombustíveis.

Nas contas do governo da sul-coreano, anualmente são produzidos 5,5 milhões de toneladas de resíduos alimentares cuja tratamento e descarte geram um custo de US$ 708 milhões. A decomposição desses resíduos emite 8,5 milhões de toneladas de dióxido de carbono na atmosfera.

O projeto foi iniciado em 2018 e é apoiado pela Autoridade Coreana de Qualidade e Distribuição de Petróleo (K-Petro) e pelo Ministério da Agricultura, Alimentação e Assuntos Rurais da Coreia.

The latest findings were published in the online edition of Environmental Engineering Research, an international journal.
(Yonhap)

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com