Saúde

Pesquisa australiana relaciona biodiesel com emissão de ROS


BiodieselBR.com - 18 out 2012 - 18:40 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53
biodiesel aumento_ros_181012
Que o biodiesel é melhor do que o diesel fóssil para a qualidade do ar, resta muito pouca dúvida. Mas nem tudo são flores. Pesquisadores australianos ligados à Universidade de Tecnologia de Queensland encontraram substâncias nocivas à saúde humana entre os compostos emitidos durante a queima do biodiesel.

Os cientistas analisaram combustíveis contendo até 80% de biodiesel em sua formulação e descobriram que as misturas com teor do combustível renovável mais elevado produziam uma maior quantidade de um tipo de composto chamado Espécie Reativa de Oxigênio (ROS, na sigla em inglês).

Essas classe de substâncias penetra nos tecidos pulmonares onde provocam um tipo de dano em nível celular chamado estresse oxidativo que, com o tempo, pode acarretar problemas respiratórios graves.

O problema foi constatado com biodiesel feito de soja, sebo bovino e canola.

“Essa é uma descoberta importante. Agora que identificamos o problema, podemos começar a buscar soluções”, declarou um dos responsáveis pela descoberta, o dr. Nicholas Surawski. A mesma equipe de pesquisadores agora está estudando o processo de formação desse composto a procura de formas de removê-lo.

Os resultados da pesquisa serão publicados na revista Environmental Science & Technology.

Fábio Rodrigues – BiodieselBR.com
Com informações: Medicalxpress.com