Cidades

Prefeitura de Porto Alegre confirma interesse em biodiesel puro


BiodieselBR.com - 08 mai 2012 - 10:38
carris biodiesel poa
Agora está confirmado. Porto Alegre vai mesmo começar a usar biodiesel puro na sua frota de transportes coletivos. A informação vinha circulando de forma extraoficial desde meados do mês passado. Na ocasião, o presidente da Frente Parlamentar do Biodiesel (FPB), deputado federal Jerônimo Goergen, disse que havia conversado com representantes da prefeitura da capital gaúcha e este se mostraram interessados na iniciativa.

A declaração foi dada durante um evento em Curitiba que reuniu autoridades locais, parlamentares convidados pela FPB e representantes da Associação de Produtores de Biodiesel do Brasil (Aprobio). O encontro serviu para conhecer de perto um projeto similar que vem sendo desenvolvido por uma parceria coordenada pela Urbanização de Curitiba S/A (Urbs) – empresa que gerencia o transporte coletivo da capital paranaense. Contudo, até agora, praticamente não havia informações a respeito do projeto de Porto Alegre.

Segundo informações repassadas pela FPB, nessa segunda-feira o diretor-presidente da Carris, Sérgio Zimmermann, confirmou para breve o início da fase piloto do projeto.  “Recebemos a confirmação de que o projeto-piloto contará com cinco ônibus, que transportarão passageiros já na fase de testes”, informou o deputado. Ele acrescenta que a empresa só está esperando a autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para oficializar a iniciativa.

A Carris é a mais antiga empresa de transportes coletivos ainda em atividade, operando com uma frota de 363 veículos, cujo consumo mensal de combustíveis gira em torno de 1 milhão de litros de óleo diesel. Informações repassadas pela assessoria de comunicação da Carris dão conta de que a empresa começou experimentar o uso do biodiesel antes mesmo da mistura se tornar compulsória, em janeiro de 2008.

Além de Porto Alegre, as cidades gaúchas de Passo Fundo e Santa Rosa trabalham em projetos de B100 na frota de transporte público. A cidade de São Paulo também desenvolve o programa Ecofrota, incentivando o uso de combustíveis alternativos no transporte público. Embora a iniciativa paulistana não se concentre no biodiesel puro, a maior parte dos carros que fazem parte do programa rodam com B20.

B100 na Copa
O deputado Goergen espera que, com a espontânea adesão de mais uma capital estadual, ganhe força a ideia defendida pela frente de que as cidades-sede de jogos da Copa do Mundo de 2014 adotem o uso do B100. A FPB quer pedir uma audiência com o ministro dos Esportes, Aldo Rebello, para tratar desse assunto.
 
Fábio Rodrigues - BiodieselBR.com