Sebo bovino

Estudo que diminui ponto de congelamento do biodiesel vence concurso


BiodieselBR.com - 23 mai 2012 - 09:19
UFPR3-230512Uma pesquisa elaborada pelo Laboratório de Polímeros e Síntese Orgânica da Universidade Federal do Paraná (UFPR) com o objetivo de abaixar a temperatura de congelamento do biodiesel venceu o prêmio Ciência, Tecnologia e Inovação em Biodiesel, do Ministério da Ciência e Tecnologia. Com o título “Aditivos Poliméricos Anticongelantes para Biodiesel Etílico de Soja e Misturas”, o trabalho recebeu elogios em razão de sua possível aplicação na solução de problemas de armazenamento e transporte do combustível em regiões com temperaturas mais baixas.

Coordenadora do laboratório, a professora do departamento de Química da instituição Maria Aparecida Ferreira César-Oliveira afirma que, apesar de estudos desse tipo ocorrerem há anos no mundo, ainda são recentes no Brasil. “O congelamento do biodiesel nunca foi muito enfatizado, porque a maior parte do território nacional não sabe o que é inverno”, diz.

O estudo usou polímeros (compostos químicos), que, ao interagir com as moléculas do biodiesel, fizessem com que a formação dos cristais ocorresse apenas em temperaturas menores. “Atingimos o resultado depois de estudar diversos tipos de materiais poliméricos, analisando os efeitos”, diz Maria Aparecida. 

Embora o foco do trabalho seja a soja, o estudo pode ser aplicado a outras matérias-primas, como o sebo e a palma, que apresentam pontos de congelamento a temperaturas mais amenas. De acordo com a professora, a aplicação do estudo pode indicar soluções para o setor nos meses de inverno. 

Custo
Ainda não há estimativa sobre o custo da aplicação dos polímeros, mas isso deve acontecer dentro de um mês. “Pedi apoio aos engenheiros químicos para elaborar o cálculo exato. Na minha visão, não é um método caro e pode ser perfeitamente aplicável em escala comercial”, diz.

Vinicius Boreki – BiodieselBR.com
Tags: Congelamento